Medicina Veterinária - Fatene

Medicina Veterinária

Medicina Veterinária

INFORMAÇÕES GERAIS

COORDENADOR

Profa. Marcia Helena Niza Ramalho Sobral

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (85) 3299-2929

 

DURAÇÃO DO CURSO

10 semestes / 5 anos

 

CONCEITO MEC

NOTA 4

 

TURNOS POR CAMPUS

MANHÃ E TARDE (eventualmente) - Unidade CAUCAIA

 

MATRIZ CURRICULAR

 

PALAVRA DA COORDENAÇÃO

Um médico veterinário não é só cuidar de animais, precisa amá-los, não ficando somente nos padrões éticos de uma ciência médica, tem que acreditar na natureza e querer preservá-la, tem que gostar de terra molhada, de mato fechado, aproximar-se de instintos, permanecer descobrindo, através de animais, a si mesmo, sentir cheiro de pêlo molhado, cheiro de baias, de curral, de esterco, trabalhar em saúde pública e com isso, melhorar diretamente a vida de seus semelhante, nossa espécie, compreender gratidões mudas, mas sem dúvida alguma, as únicas verdadeiras. Ser médico veterinário é conviver lado a lado com ensinamentos profundos de amor e vida.

"Todos nós podemos nos formar em medicina veterinária, mas nem todos serão veterinários." Na Fatene, no curso de medicina veterinária, você receberá todas as ferramentas para ser um médico veterinário com as características supra citadas, só depende de você.

 

SOBRE O CURSO

O curso de bacharelado em Medicina Veterinária formará profissionais com visão generalista, humanista, crítica e reflexiva. Deverá ser ainda, um agente propagador de mudanças, capaz de trabalhar em equipe, tendo a sua atuação pautada por valores éticos e compromissos com o desenvolvimento sustentado, participando ativamente, com competência e postura profissional, no contexto social e ambiental.

 

MERCADO DE TRABALHO / CAMPO DE ATUAÇÃO

Clínica e cirurgia de animais de pequeno porte e de grande porte
Prestar atendimento clínico e cirúrgico a animais domésticos.

Centros de pesquisa
Atuar na investigação e pesquisa no desenvolvimento de biotecnologias.

Indústria de produtos para animais
Acompanhar a produção e a comercialização de alimentos, rações, vitaminas, vacinas e medicamentos. Cuidar do marketing dos produtos e prestar assistência técnica ao cliente.

Indústria de produtos de origem animal
Fiscalizar estabelecimentos que produzam, vendam ou exportem produtos de origem animal.

Manejo e conservação de espécies
Estudar animais silvestres em cativeiro ou em seu habitat, cuidando de sua reprodução e preservação. Implantar e administrar projetos ecológicos e em reservas naturais.

Perícia técnica
Avaliar a saúde de animais de competições esportivas e a possível ingestão por eles de medicamentos e hormônios proibidos.

Produção e sanidade animal
Controlar a saúde de rebanhos. Prevenir e controlar doenças em propriedades rurais.

Saúde pública veterinária
Prevenir e controlar zoonoses e doenças transmitidas por vetores. Atuar na vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental.

Tecnologia de produção animal
Desenvolver técnicas e métodos de aperfeiçoamento genético, alimentação.

Tecnologia de reprodução animal
Desempenhar o ensino, a direção, o controle e a orientação dos serviços de inseminação artificial e reprodução assistida.

Ensino superior
Atuar na regência de cadeiras ou disciplinas especificamente médico-veterinárias, bem como a direção das respectivas seções e laboratórios; direção e a fiscalização do ensino da medicina veterinária, bem como do ensino agrícola médio, nos estabelecimentos em que a natureza dos trabalhos tenha por objetivo exclusivo a indústria animal;

Educação e Extensão rural
Trabalhar a organização da educação rural relativa à pecuária.

 

HABILIDADES DESENVOLVIDAS PELO PROFISSIONAL

A formação do Médico Veterinário tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos para desenvolver ações e resultados voltados à área de Ciências Agrárias no que se refere à Produção Animal, Produção de Alimentos, Saúde Animal e Proteção Ambiental, além das seguintes competências e habilidades gerais:


Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual quanto coletivo;

Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a ser empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;

Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

 

PERFIL DO PROFISSIONAL FORMADO

O Médico Veterinário é um profissional com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, apto a compreender e traduzir às necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades em relação às atividades inerentes ao exercício profissional. Os campos específicos de atuação são a saúde animal e clínica veterinária; saneamento ambiental e medicina veterinária preventiva; saúde pública, inspeção e tecnologia de produtos de origem animal; zootecnia, produção e reprodução animal; ecologia e proteção ao meio ambiente. O profissional deve ter conhecimento dos fatos sociais, culturais e políticos da economia e da administração agropecuária e agroindustrial. O profissional deve ter capacidade de raciocínio lógico, de observação, de interpretação e de análise de dados e informações, bem como dos conhecimentos essenciais de Medicina Veterinária para identificação e resolução de problemas (Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina Veterinária – SESu – MEC).

Para atingir este objetivo, deverá ter as seguintes capacitações:

  • Ter uma formação geral sólida e de qualidade, com conhecimentos básicos que lhe permita visualizar a profissão em toda sua amplitude e possibilidade de atuação como médico-veterinário, a fim de desenvolver uma atividade voltada para a solução de problemas em Saúde e Produção Animal, Proteção Ambiental, além de assumir seu compromisso social como agente propulsor da Saúde Pública;
  • Manter-se atualizado tecnicamente, atento às diretrizes da política governamental, integração e globalização da economia, no que concerne as áreas agrárias e de saúde;
  • Ter consciência da importância social da profissão e sua utilização como instrumento de desenvolvimento individual e coletivo;
  • Relacionar-se com os diversos segmentos sociais e atuar em equipes multidisciplinares da defesa e vigilância do ambiente e do bem-estar social e;
  • Conhecer e observar no exercício profissional, os preceitos estabelecidos pelo código de ética de Medicina Veterinária, pela bioética e normas de biossegurança.

  

CORPO DOCENTE

 

PPC E NDE

O Núcleo Docente Estruturante NDE possui regulamento próprio e sua composição obedece ao enunciado do instrumento de avaliação de curso em relação a sua formação na área do curso, titulação em nível de pós-graduação stricto sensu e contrato em tempo integral e parcial.

O quadro a seguir apresenta a relação de docentes que compõem o NDE do curso:

  • GERARDO FACUNDO DE SOUZA NETO
  • CARLOS EDUARDO BRAGA CRUZ
  • SABRINA TAINAH DA CRUZ SILVA
  • MARCIA HELENA NIZA RAMALHO SOBRAL
  • ANA LURDES CAMURÇA FERNANDES VASCONCELOS

 

Clique aqui para baixar o PPC.

 


compartilhe:

Top